0 / 0

Guarda: Professores convidados a «caminhar com confiança»

Docentes foram desafiados a "oferecer a sua missão como guias nas vidas dos alunos", rumo às JMJ Lisboa 2023

O Seminário Maior da Guarda acolheu, no passado dia 15 de outubro, o primeiro Encontro de professores de EMRC deste ovo ano letivo.

Com o lema «EMRC, caminha e vai!», a iniciativa apresentou “o plano de ação para a EMRC”, “direcionado para a mobilização e parceria nesta dinâmica conjunta de preparação para as Jornadas Mundiais da Juventude”, explica ao EDUCRIS a professora Cristina Brito.

Presente nos trabalhos D. Manuel Felício, bispo da diocese da Guarda, desafiou os docentes a viver a sua entrega à disciplina como “uma verdadeira missão” que “desperta nos alunos o desejo de serem pessoas mais completas e ajudando-os a fazer o caminho na descoberta do projeto de vida”.

“«Nunca como agora houve necessidade de unir esforços numa ampla aliança educativa para formar pessoas humanas maduras, capazes de superar fragmentações e contrastes e reconstruir o tecido das relações em ordem a uma humanidade mais fraterna. Todos são precisos na contrução de uma aliança educativa que tenha como centro de intervenção a pessoa humana»”, disse, citando o desafio deixado pelo Papa Francisco no lançamento da iniciativa Pacto Educativo Global.

Ao longo a manhã os professores ficaram a conhecer as diversas propostas do Plano de Ação Diocesano de EMRC para diocese da Guarda. Das iniciativas destaque para a realização do XXIV Encontro Diocesano Interescolas, a realizar em Vilar Formoso, no dia 28 de março de 2023 e o Encontro Diocesano de alunos do 9.ºano, a realizar entre 6 e 7 de junho, sob o tema: «EMRC, transforma-te!».

O Departamento Diocesano do Ensino Religioso Escolar, vai, ainda, organizar uma formação sob o tema: As dinâmicas de EMRC no 1º Ciclo”, que terá início no 2º período, paralelamente às ações que estão propostas pelo SNEC/UCP.

“Queremos ajudar os nossos alunos a conhecerem melhor as JMJ, e a estarem em sintonia            com os milhares de jovens de todo o mundo, que irão participar nesta festa da Juventude marcada para Lisboa, de 1 a 6 de agosto de 2023”, completa a responsável diocesana.

Aos professores foram entregues dois símbolos, “um bloco de notas para registar as histórias de vida daqueles que acompanhamos e ajudamos a crescer”, e uma garrafa para água” para a “caminhada que queremos fazer em conjunto, e nas etapas deste caminho, saciarmos a nossa sede na Fonte de Água Viva”.

Educris|20.10.2022



Newsletter Educris

Receba as nossas novidades